sexta-feira, 8 de maio de 2015

Á procura de um lugar á sombra Cap.3| Anna

Hey, meninas!
Sei que andamos um pouco ausentes, mas temos andado um pouco ocupadas com escola e e.t.c...
Como não sabia que post devia de fazer, por isso decidi continuar a história que a Mary inventou e contar-vos a história da Bethany. Daqui a uns dias vou fazer um post novo, não se esqueçam de deixar um comentário a dizer se gostam da história e se querem ler mais no futuro. Então vamos começar:

Deu por si, a olhar pela janela a ver a chuva cair, não sabia bem o porquê mas isso acalmava-a sempre. 
-Já fizeste os relatórios? Eu preciso deles na minha mesa até ao fim do dia.- Disse o seu patrão, o Sr. Johnson.
Ele era alto, com o cabelo castanho e usava óculos. Ninguém gostava muito dele pois era arrogante e egocêntrico, nunca teve grande vida amorosa, pois as mulheres fugiam dele a sete pés assim que ele falava da sua ''não tão interessante'' vida e dizia uma piada seca que toda a gente já ouviu. A Bethany de vez em quando questionava-se, o porquê de ele ter chegado tão longe, se não trabalhava quase nada e ela abdicou de tudo na sua vida, trabalhava imenso e nem tinha direito a um aumento.
-Estou quase a acabá-los. Precisa de mais alguma coisa?- disse Beth.
-Sim, que acordes e faças o teu trabalho, agora despacha-te!- disse o idiota, era a alcunha que Beth lhe deu, visto que se adapta a sua personalidade de arrogante, além do mais era uma alcunha mais simpática, aquilo que ela achava que ele realmente era.
-Sim, claro... -disse Beth, desanimada.
Assim que ele saiu, entrou a Luísa, chamam-lhe Lu, mas nós não gostamos muito uma da outra, visto que ela está cá há menos tempo que eu e já foi promovida, mas por que não o seria, é a favorita do patrão, e a maior parte das pessoas do escritório adoram-na . 
Ela é o tipo de pessoa que odeias do fundo do coração, porque aquilo que tu lutas para conseguir, ela consegue sem se esforçar e além disso ela ao pé de mim transforma-se numa víbora, naquilo que realmente é,  a ''prefeitinha'', o tipo de pessoa que te manda abaixo mesmo sem te conhecer e á tua história.
Mas eu estou farta dela, e não aguento mais, por isso é que de á uns meses para cá estou a pagar-lhe da mesma moeda, mas ela já percebeu que estou farta, por isso de vez quando obriga-me a parecer má á frente de toda a gente. 
Não é um obriga-me de ''vais fazer o que digo'' mas sim'' Emprestas-me as tuas cópias do relatório, eu não pude fazê-lo no fim de semana por motivos pessoais e não me quero meter em sarilhos com o patrão'' e digo ''Não, fizesses no fim de semana como se o Pimentel Carvalho te disse alguma coisa és a preferida'' e é claro que ela inventa uma desculpa qualquer, deita umas lágrimas falsas e quando passa por mim faz um sorriso diabólico. É verdade que deveria de melhorar as minhas intervenções, mas ela irrita-me.
Vamos ver o que quer...
Próximo capítulo daqui a uma semana!
Bjs!

1 comentário: